sábado, 24 de dezembro de 2011

Natal - Matemática Financeira x Matemática Emocional


Na origem, as comemorações festivas do ciclo natalino vêm  da distante Idade Média, quando a Igreja Católica introduziu o Natal em substituição a uma festa mais antiga do Império Romano, a festa do deus Mitra, que anunciava a volta do Sol em pleno inverno do Hemisfério Norte.
 A adoração a Mitra, divindade persa que se aliou ao sol para obter calor e luz em benefício das plantas, foi introduzida em Roma no último século antes de Cristo, tornando-se uma das religiões mais populares do Império. 
A data conhecida pelos primeiros cristãos foi fixada pelo Papa Júlio 1º para o nascimento de Jesus Cristo como uma forma de atrair o interesse da população. Pouco a pouco o sentido cristão modelou e reinterpretou o Natal na forma e intenção. 
Natal festa do nascimento de Jesus, celebrada no dia 25 de dezembro desde o século IV pela Igreja ocidental e desde o século V pela Igreja oriental. 

Augusto Jorge Cury, psiquiatra, psicoterapeuta, cientista teórico, morador em Colina S.P., explica a diferença entre matemática emocional e matemática financeira publicada no livro, Análise da Inteligência de Cristo – O Mestre dos Mestres.  Segundo Cury, resgata uma dívida da psicologia que se omitiu até hoje em pesquisar a Inteligência de Cristo: - Muitos investem boa parte de sua energia física e psicológica em aplicar seu dinheiro nas bolsas de valores, em adquirir bens materiais, em ter um carro do último tipo, em adquirir um bom plano de previdência.  
A segurança financeira é legítima, mas é totalmente insuficiente  para satisfazer as necessidades mais íntimas do homem, para dar sentido à sua existência, enriquecer seu prazer de viver e amadurecer sua personalidade. 
Há indivíduos com transtornos depressivos, financeiramente ricos, mas que perderam o encanto pela vida. Sentem até inveja de pessoas simples, “sentimento em que se misturam o ódio e o desgosto, e que é provocado pela felicidade, prosperidade de outrem”, que embora não tendo cultura nem suporte financeiro, elas vivem sorrindo, mesmo diante das adversidades da vida. 


Um grande empresário agroindustrial afirmou que alguns dos seus empregados cortadores de cana eram mais ricos do que ele, pois, mesmo diante da miséria material, conseguiam cantar e se alegrar enquanto trabalhavam. De fato, há miseráveis que moram em palácios e ricos que moram em favelas... 
Sem querer fazer apologia à miséria, pelo contrário, a miséria em todos os sentidos deveria ser extirpada das sociedades, pode-se dizer que a psique humana é tão complexa que desobedece às regras da matemática financeira. 
A matemática emocional tem, felizmente, princípios que ultrapassam os limites da matemática lógica, financeira. Ter não é ser. Quem tem dez casas não tem dez vezes mais prazer pela vida ou dez vezes mais segurança emocional do que quem tem um casebre. Quem tem um milhão de dólares não é milhar de vezes mais alegre do que quem tem alguns míseros trocados. 
É possível ter muito financeiramente e ser emocionalmente triste, infeliz. É possível ter riquezas materiais e baixa capacidade de contemplação do belo. 
A matemática emocional pode inverter os princípios da matemática financeira, principalmente se alguém aprender a investir em sabedoria.



 O processo da construção da inteligência é um espetáculo tão sofisticado  que possui atos inesperados e cenas imprevisíveis ao longo da vida. Todos comentam sobre a miséria física porque é perceptível aos olhos, mas raramente se comenta sobre a miséria emocional, que abate o ânimo e restringe o prazer da existência. A temporalidade da vida é muito curta.
Num instante somos jovens e em outro somos velhos. As crianças gostam de fazer aniversário. Quando chega a maturidade, tem-se em mente querer parar o tempo, mas ele não pára. Devido à brevidade da vida, cogente é procurar a sabedoria e dar um sentido mais rico para a existência, caso contrário, o tédio e a angústia serão parceiros íntimos de nossa trajetória.
Tenhamos certeza de que a única fonte de felicidade está dentro de nós, e deve ser repartida. Em qualquer circunstância, em qualquer data especial para determinadas comemorações, o mais importante não é o que se dá, mas como se dá. 
Todo presente deve se revestir de sentimento e não deve haver diferenças entre homenagens a uma pessoa pobre ou a uma pessoa rica. O melhor de todos os presentes:
 - Um gesto de amor! Invista no amor. Ele é o mais poderoso meio de tornar as pessoas felizes. 
“O Amor é a melhor música na partitura da vida. Sem ele, você será um eterno desafinado.” Padre Roque Schneider.

Luiz Antonio Batista da Rocha –Eng. Civil – Consultor em Recursos Hídricos – Auditor Ambiental –  rocha@mdbrasil.com.br – www.outorga.com.br – www.rochaoutorga.hpg.com.br

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Parabéns meu amigo Wellington Fernandes (Shulla)

Fiquei muito feliz hoje ao acessar o blog do Accioly e ver as fotos da formatura da turma de enfermagem, e mais feliz ainda em ver meu amigo Shulla de beca, barba e capelo (chapéu de formatura) na solenidade. Ele é uma pessoa especial pra mim, foi meu professor de violão quando iniciei os primeiros acordes e até hoje me da muitas dicas musicais válidas, já fizemos muitas coisas juntos. Hoje tocamos na banda Caro John e nos dedicamos a atividades culturais no Galpão de Cultura. É um cara que merece, já passou por muitas dificuldades na vida, percorreu muitos caminhos tortuosos , mas também está buscando seu lugar ao sol. O admiro pelo cuidado que tem com sua família e pela dedicação que demostra com a música. Lhe desejo sucesso, saúde e paz meu brother, que você consiga muitas conquistas em sua vida. Obrigado por tudo e parabéns por vencer mais esse desafio.


Abraços

Rogério Craveiro





Rogério e Shulla (2011)


Shulla e Charles Sampaio (1997)


Anita e Shulla (2011)




quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

O Acre Existe - Brunno Damasceno

Brunno Damasceno é Tarauacaense, meu sobrinho, filho do meu irmão Orlean Craveiro, sambista dos bons, compositor, instrumentista e cantor. Ele defende a bandeira do samba no Acre, tem uma formação musical muito boa e reflete suas influencias no som que faz com seu grupo "RODA DE SAMBA".  

sábado, 10 de dezembro de 2011

“A vida me ensinou a nunca desistir, nem ganhar, nem perder, mas procurar evoluir”

A VIDA

Muitas coisas já aconteceram em minha vida, já passei por algumas barras difíceis de superar. Hoje acredito que o tempo é o senhor da razão e tudo que acontece na vida tem um propósito maior. Minha caminhada é em busca de melhorias para minha vida, não só financeiramente, mas principalmente em busca da paz de espírito, que, diga-se de passagem, não é tão fácil de se conseguir. Vejo que por mais difícil que seja a situação a enfrentar, sempre podemos aprender algo novo.

O DESAFIO

Desde o início do ano muitas pessoas me procuravam e me pediam para que colocasse meu nome como candidato a diretor do ensino médio, demorei muito a tomar essa decisão, pois sabia que se eleito fosse, teria de enfrentar muitos desafios para que houvesse uma transformação visível na qualidade da escola.

O APRENDIZADO

Enganei-me por acreditar que existiria uma campanha eleitoral limpa, sem ofensas pessoais, sem ameaças ou falsas promessas. Enganei-me por achar que uma instituição educacional prezaria pela educação acima de tudo. Mais uma vez o tempo me mostrou a realidade. Percebi que um dos principais inimigo da verdade não é a mentira, mas sim a falsidade.

O AGRADECIMENTO

Quero agradecer a minha família e a todas as pessoas que confiaram em mim nesse desafio de ser candidato a diretor do ensino médio. Estou bem feliz pelo trabalho que realizei, em apenas três dias de campanha ainda obtive 21,5% do total de votos. Sou grato aos pais e alunos que me apoiaram e principalmente aos professores e funcionário, onde obtive o maior percentual. Estou ciente que preciso melhorar, mas tenho a certeza que sempre procurei mostrar aquilo que realmente sou, sem falsos sorrisos, sem falsas amizades e procurando cumprir com minha palavra, pois acredito que essa seja uma das maiores virtudes do homem.

O DESEJO

Quero desejar sucesso ao amigo Rodiley Cunha nessa jornada, espero que consiga seus objetivos. Estou disposto a continuar contribuído pela melhoria da educação de nossa cidade, trabalhando por um ensino de qualidade.

Saúde e paz a todos, um feliz natal e uma ótima nova volta ao redor do sol.

Samiris, Rogério, Roger, Elis e Roquilene


Profº Rogério Craveiro

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

PROFº ROGÉRIO CRAVEIRO - DIRETOR

DIA 08/12/2011  ELEIÇÃO PARA DIRETOR DO ENSINO MÉDIO
VOTE PROFº ROGÉRIO CRAVEIRO
            “Por um Ensino Médio cada vez melhor”



PROPOSTA DE TRABALHO
PARA OS ALUNOS
ü  Trabalhar por uma educação de qualidade;
ü  Promover ações de apoio para os alunos com baixo rendimento escolar;
ü  Ações de incentivo para os alunos com melhor rendimento escolar;
ü  Promover atividades culturais permanentes (fanfarra, aula de música, capoeira, dança e teatro);
ü  Promover atividades esportivas permanentes (campeonatos de futebol, vôlei, handebol e basquete, mini-olimpíadas para o atletismo);
ü  Priorizar os espaços escolares para os alunos (salas de multimeios, auditório e quadra de esportes);
ü  Apoiar as equipes para os Jogos Escolares, dando o suporte necessário para os jovens atletas;
ü  Garantir um entretenimento educacional (rádio estudantil, sala de jogos, cinema no auditório);
ü  Aprimorar a Gincana Cultural e o Festival de Música do Ensino Médio - FEMEM;
ü  Instruir e dar suporte para os lideres de salas e Grêmio Estudantil.
PARA OS PAIS OU RESPONSÁVEIS
ü  Garantir que o aluno aprenda, acima de tudo;
ü  Zelar pela segurança dos alunos, combatendo a violência e o consumo de álcool e drogas na escola;
ü  Prezar pela moral e os bons costumes no ambiente escolar;
ü  Manter os pais ou responsáveis informados sobre as atividades escolares de seus filhos;
ü  Realizar reuniões de pais mais objetivas, por série e turno;
ü  Continuar com o programa de rádio semanal do ensino médio, mantendo a comunidade informada sobre as ações da escola;
ü  Realizações de enquetes para avaliação da escola pelos pais.
ü  Evidenciar a importância da presença da família na escola, para que não se lembre dela apenas para culpá-la pelos problemas dos alunos.
PARA OS PROFESSORES
ü  Apoio e infra-estrutura para o trabalho do professor (auxilio na produção de materiais impressos, recursos didáticos e tecnológicos);
ü  Priorizar os espaços escolares para os professores (salas de múltimeios, auditório e quadra de esportes);
ü  Informatizar a comunicação entre equipe gestora, professores e alunos;
ü  Incentivar a participação dos docentes em cursos de especialização e mestrado;
ü  Garantir o apoio às formações continuadas;
ü  Manter o diálogo constante entre direção e professores;
ü  Priorizar as tomadas de decisões em comum acordo com todos, através da realização de enquetes;
PARA OS FUNCIONÁRIOS
ü  Formação continuada para os funcionários abordando temas como: relações humanas, atendimento ao público, como lidar com os alunos, pais, professores e demais colegas de trabalho, ética e cidadania;
ü  Manter o diálogo constante entre a direção e os funcionários;
ü  Realizações de enquetes para avaliação da escola pelos funcionários;
ü  Valorizar a participação dos funcionários em todos os eventos da escola.

O QUE AUXILIA A ESCOLA
ü  Acreditar no sucesso e não conformar-se com o fracasso;
ü  Fatores como limpeza, organização e o cuidado com os alunos são essenciais em uma boa gestão escolar;
ü  Garantir que os equipamentos modernos sejam usados de forma correta;
ü  Explorar a internet a serviço da educação, facilitando a comunicação entre aluno e escola;
ü  Promover atividades extracurriculares, fazendo com que o aluno possa passar mais tempo na escola aprendendo;
  • Disciplina


quinta-feira, 17 de novembro de 2011

CD Visões - Rogério Craveiro BAIXE AS MÚSICAS



Baixe as músicas do meu CD nos Links abaixo:


Povo do Norte
http://www.4shared.com/audio/hWRk_H6r/01-_ROGRIO_CRAVEIRO_-_POVO_DO_.html?


Filhos do Sol
http://www.4shared.com/audio/Cp1h705a/02_-_ROGRIO_CRAVEIRO_-_FILHOS_.html?


Mãe, Senhora e Rainha
http://www.4shared.com/audio/3MoSA4I4/03_-_ROGRIO_CRAVEIRO_-_ME_SENH.html?


Rio das Tronqueiras
http://www.4shared.com/audio/8XHBU1Un/04_-_ROGRIO_CRAVEIRO_-_RIO_DAS.html?


Tempo
http://www.4shared.com/audio/1_YA-PUr/05_-_ROGRIO_CRAVEIRO_-_TEMPO.html?


Minha Confissão
http://www.4shared.com/audio/XJ9U6PJq/06_-_ROGRIO_CRAVEIRO_-_MINHA_C.html?


Visões
http://www.4shared.com/audio/8UV9bxxI/07_-_ROGRIO_CRAVEIRO_-_VISES.html?


Guerrilha do Ozônio
http://www.4shared.com/audio/rEqG3dWV/08_-_ROGRIO_CRAVEIRO_-_GUERRIL.html?


Uma Canção de Amor
http://www.4shared.com/audio/KhfEyDpi/09_-_ROGRIO_CRAVEIRO_-_UMA_CAN.html?

Divulguem 

PrECult: Lançamento dos editais de financiamento a projetos culturais será realizado hoje em Tarauacá


Uma equipe da Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour estará hoje em Tarauacá onde fará o lançamento dos cinco editais do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura – PRECULT.

O programa foi criado como parte integrante do Sistema Estadual de Cultura, substitui a Lei Estadual de Incentivo a Cultura (Lei Estadual nº 1.2888/1999) e é composto pelas seguintes modalidades de apoio a projetos comunitários de natureza cultural.
O encontro acontece no Galpão de Cultura
O representante local da fundação Professor Evandro Dias convida a sociedade civil organizada e todos os interessados em apresentar projetos culturais, para o lançamento que acontece logo mais às 14 horas desta quinta feira (17.11), no Galpão de Cultura de Tarauacá, localizado no Bairro da Cohab.

No encontro, serão realizadas apresentações culturais com alunos do Ponto de Cultura de Tarauacá e artistas locais.

Além do lançamento dos editais, haverá também uma oficina com orientações sobre elaboração de projetos.


CONHEÇA OS OS EDITAIS


segunda-feira, 14 de novembro de 2011

GABARITO DO PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO DE PROFESSORES PARA PROVIMENTO DA FUNÇÃO DE DIRETOR

A COMISSÃO DO PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO DE PROFESSORES
PARA PROVIMENTO DA FUNÇÃO DE DIRETOR, NO USO DAS ATRIBUIÇÕES
LEGAIS CONCEDIDAS PELA PORTARIA Nº 4.005/2011 E DE ACORDO COM O
EDITAL Nº 254/SEE/AC, TORNA PÚBLICO O GABARITO DOS CARTÕES DE
RESPOSTAS.
LEIA COM ATENÇÃO O GABARITO CORRESPONDENTE COM SUA
PROVA.

CONFIRA O GABARITO:

GABARITO – CADERNO DE PROVAS A

1 – C
2 – B
3 – E
4 – D
5 – C
6 – E
7 – D
8 – E
9 – B
10 – A
11 – D
12 – B
13 – E
14 – D
15 – A
16 – D
17 – B
18 – A
19 – B
20 – C
21 – D
22 – B
23 – C
24 – E
25 – D
26 – C
27 – C
28 – B
29 – D
30 – C
31 – B
32 – D
33 – D
34 – E
35 – B
36 – D
37 – A
38 – D
39 – B
40 – A
41 – B
42 – B
43 – C
44 – A
45 – D
46 – B
47 – A
48 – B
49 – B
50 – B
51 – E
52 – A
53 – A
54 – C
55 – B
56 – A
57 – C
58 - B
59 - E
60 - B

GABARITO – CADERNO DE PROVAS B

1 – B
2 – E
3 – C
4 – E
5 – D
6 – E
7 – C
8 – D
9 – A
10 – D
11 – E
12 – B
13 – D
14 – A
15 – B
16 – B
17 – A
18 – B
19 – D
20 – C
21 – B
22 – D
23 – C
24 – C
25 – C
26 – D
27 – E
28 – B
29 – C
30 – B
31 – D
32 – D
33 – B
34 – D
35 – E
36 – D
37 – B
38 – A
39 – B
40 – D
41 – A
42 – C
43 – B
44 – B
45 – A
46 – B
47 – D
48 – A
49 – B
50 – E
51 – B
52 – B
53 – C
54 – A
55 – A
56 – B
57 – B
58 - E
59 - C
60 - A

domingo, 13 de novembro de 2011

Multiplicar um número por 11

Quando o número for de 2 algarismos, basta somar esses 2 algarismos e colocar o resultado no meio deles.

Veja:
Temos o número 36, somando seus 2 algarismos temos 3+6=9. ok! Agora é só colocar o número 9 no meio deles:Resposta é 396. Então, 36 x 11 = 396.

Um outro exemplo, agora com número 41, somando seus algarismos tem 4+1=5, certo? Agora é só colocar o número 5 no meio deles, assim: 451.
Resposta é 451. Logo 41 x 11= 451

Veja outros exemplos:

72 x 11 = 792
25 x 11 = 275
35 x 11 = 385

Agora observe a multiplicação: 84 x 11.

Somamos os algarismos 8 + 4 = 12, porém, o valor encontrado é maior que 9, assim não podemos colocar o número todo no meio deles. Colocamos apenas o algarismo das unidades, no caso o número 2 no meio deles, e o algarismo das dezenas, no caso o número 1, somamos ao primeiro algarismo do número, 8+1 = 9. logo 84 x 11 = 924

Outros exemplos:

74 x 11 = 814
93 x 11 = 1023
88 x 11 = 968

Quando o número for de 3 algarismos, multiplicado este número por 11, o resultado é um número de 4 algarismos.
Vamos efetuar a seguinte multiplicação: 243 x 11.
Temos o número 243. Somando o 1º com o 2º algarismo desse número temos 2+4=6. Somando o 2º com o 3º algarismo desse número temos 4+3=7. Esses 2 resultados serão colocados no meio do número 243, tirando o seu algarismo do meio: 2673. Logo 243 x 11 = 2673.

Veja outros exemplos:

815 x 11 = 8965
726 x 11 = 7986
351 x 11 = 3861
835 x 11 = 9185

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

DESAFIO 04 - SEQUÊNCIA NUMÉRICA

Sequência numérica


Determine o próximo número da seqüência:
5, 11, 19, 29, 41,...


Vale 1 bônus para concorrer a 3 livros do iniciação científica. 

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Cantor Otto faz apresentação inédita no Acre

O artista é o convidado especial do encerramento do 2º Festival Pachamama – Cinema de Fronteira realizado em Rio Branco.


RIO BRANCO - O cantor Otto se apresentará pela primeira vez para os acreanos. O show está marcado para o próximo dia 26 de novembro, na Usina de Arte. O artista é o convidado especial do encerramento do 2º Festival Pachamama – Cinema de Fronteira realizado em Rio Branco.
Otto levará ao público acreano o show do novo álbum “Certa Manhã Acordei de Sonhos Intranquilos”. O cantor vem se destacando no cenário nacional por ser um artista com influências de ritmos de todo o Brasil e por fundir estes mesmos sons à música eletrônica.
A banda acreana Caldo de Piaba é a responsável pelo pré-show. Otto começa a apresentação às 23h, depois da programação de encerramento do Festival de Cinema, conhecido por promover o intercâmbio cultural entre a produção audiovisual do Brasil, Peru e Bolívia.
A festa prosseguirá depois da atração nacional com mais uma edição da tradicional Noite Latina, comandada pelas DJs Malu e Angela.
leia mais aqui

sábado, 5 de novembro de 2011

Feliz idade meu amigo Accioly



Conheci esse cara aos 13 anos de idade, ele foi meu professor de história no antigo segundo grau, um dos melhores professores que já tive, não se contentava em falar apenas dos conteúdos da grade curricular, tinha uma preocupação em nos manter informados sobre as injustiças do mundo real. Minha primeira composição foi inspirada em uma aula sua falando sobre karl Marx,  com essa música participei em 1992 pela primeira vez do Festival da Canção Tarauacaense que abriria as portas para minha carreira como músico e compositor.
Espelho-me nele em muitas decisões que tomo em minha vida, o admiro pela integridade e honestidade que sempre foram sua marca, sua fidelidade a família e aos amigos é algo que não encontramos facilmente.
Feliz idade meu amigo, saúde e paz. 

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Chamada para Inscrição no 1º Encontro do Programa de Aperfeiçoamento para Professores de Matemática do Ensino Médio – PAPMEM

  
CHAMADA PARA INSCRIÇÃO
A Coordenação do Programa de Aperfeiçoamento para Professores de Matemática do Ensino Médio – PAPMEM torna pública a chamada para inscrições no 1º encontro a ser realizado no final do mês de Janeiro de 2012, nos dias 22, 23, 24, 25, 26 e 27.
As inscrições serão feitas na sala da Coordenação do PAPMEM, situada no prédio da Pró-Reitoria de pesquisa, no Campus Universitário de Rio Branco, situado na BR 364; KM 04, CEP: 69915900, no horário de 09h00min as 11h00min e de 15h00min as 17h00min, de 07 de novembro a 16 de dezembro de 2011.
Serão oferecidas 60 vagas obedecendo à ordem dos seguintes critérios de seleção:
1º. Ser professor de Matemática do Ensino Médio, da rede pública, com formação em Matemática.
2º. Ser professor de Matemática do Ensino Médio, da rede pública, com formação em outra área.
3º. Ser aluno regularmente matriculado na Licenciatura em Matemática.
4º. Ser professor de Matemática do Ensino Médio de escola particular.
OBSERVAÇÕES:
1. Serão aceitas inscrições feitas pelos Correios, desde que sejam postadas via SEDEX para o endereço citado acima, até a data limite de 16 de dezembro de 2011.
2. Os 60 candidatos selecionados receberão gratuitamente o livro texto “A Matemática do Ensino Médio”, Vol. 1 e aqueles que tiverem 100% de frequência e bom aproveitamento receberão certificado e um pequeno auxílio para repor as despesas durante o curso.
3. formulário de inscrição estará disponível, como anexo desta chamada,(durante o período de inscrições) na página eletrônica: http://www.ufac.br/.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Voltamos

Caros amigos leitores,


Estes dias estive um pouco atarefado com algumas coisas, mas já estou de volta para atualizar o blog.


Continuem acessando


Viva a música e a matemática!

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Esse foi o "cara" na Matemática - Carl Friedrich Gauss

Conhecido como o príncipe dos matemáticos, muitos o consideram o maior gênio da história da matemática.Tinha memória fotográfica, tendo retido as impressões da infância e da meninice nítidas até a sua morte.aprendera a ler e a somar sozinho. Aos sete anos entrou para a escola. Segundo uma história famosa, seu diretor, Butner, pediu que os alunos somassem os números inteiros de um a cem. Após 5 segundos que havia enunciado o problema, o jovem Gauss colocou sua lousa sobre a mesa, dizendo: ligget se! Sua resposta, 5050, foi encontrada através do raciocínio que demonstra a fórmula da soma de uma progressão aritmética.
Gauss

Esse foi o "cara" na Física - Albert Einstein

É conhecido por desenvolver a teoria da relatividade. Recebeu oNobel de Física de 1921, pela correta explicação do efeito fotoeléctrico; no entanto, o prémio só foi anunciado em 1922 . O seu trabalho teórico possibilitou o desenvolvimento da energia atômica, apesar de não prever tal possibilidade.

Albert Einstein


Esse foi o "cara" na música - Ludwig van Beethoven

É considerado um dos pilares da música ocidental, pelo incontestável desenvolvimento, tanto da linguagem, como do conteúdo musical demonstrado nas suas obras, permanecendo como um dos compositores mais respeitados e mais influentes de todos os tempos.
Ludwig van Beethoven

terça-feira, 25 de outubro de 2011

DESAFIO 03 - A hospedagem dos amigos

Veja as informações a seguir e tente descobrir o nome do lugar e o número do quarto de hotel em que Fernando, Carlos e Joel estão hospedados.


Pessoas: Fernando, Carlos, Joel
Lugares: Recife, Fortaleza, Porto Seguro
Números dos quartos no hotel: 305, 419, 538


1. A pessoa de Porto Seguro deixa o seu quarto nº 419 para ir fazer compras.
2. Uma hora depois, liga para Carlos, que está hospedado em um hotel em Recife.
3. Enquanto isso, Joel vê televisão no seu quarto nº 538.


OBS: Este desafio vale 1 bônus para quem responder primeiro corretamente, não esqueça de se identificar no comentário, se não se identificar não terei como enviar os livros. 


Boa Sorte

sábado, 22 de outubro de 2011

AULA DE IMPROVISO NAS TRÊS PRIMEIRAS CORDAS DO VIOLÃO

Você aprenderá agora algumas notas da escala de Dó Maior. Mesmo quem nunca estudou música conhece a seqüência das notas na escala: dó, ré, mi, fá, sol, lá, si, dó. Algumas dessas notas são encontradas nas primeiras casas das três primeiras cordas do violão, região que chamamos de "primeira posição". A primeira posição é aquela em que os quatro dedos da mão esquerda (1, 2, 3, 4) ocupam as quatro primeiras casas do braço do violão. Confira na imagem abaixo:
Tocaremos as notas da escala de dó maior que se localizam nas três primeiras cordas e até a terceira casa. Usaremos sempre a primeira posição: cada dedo em sua respectiva casa (dedo 1 na casa 1, dedo 2 na casa 2, dedo 3 na casa 3 e dedo 4 na casa 4). No vídeo, você encontrará uma demonstração detalhada de como tocar as notas dessa lição.
Na primeira corda, tocaremos as notas "mi", "fá" e "sol". Confira a localização dessas notas no braço do violão:

A nota "mi" (tocada na corda solta) é representada pela bolinha ou círculo em branco, colocado sobre a "mão" do violão. As notas "fá" e "sol" são representadas pelas bolinhas preenchidas de preto, na primeira e terceira casas. Experimente tocar essas notas.
Na segunda corda, tocaremos as notas "si", "dó" e "ré". Essas notas da segunda corda localizam-se exatamente nas mesmas casas ilustradas na figura acima: Nota "si" na corda solta (só que agora a segunda corda, obviamente), nota "dó" na primeira casa e nota "ré" na terceira casa.
Na terceira corda, tocaremos as notas "sol" e "lá". A nota "sol" está localizada na terceira corda solta e a nota "lá" está na segunda casa dessa mesma corda. No vídeo explicativo, começamos a aprender pelas notas "sol" e "lá" pelo fato destas notas, na terceira corda, serem mais fáceis de tocar, tanto pela sua localização mais ou menos no meio do braço do violão como também por serem somente duas notas (enquanto na primeira e segunda corda tocaremos três notas).
Depois de conseguir tirar um som razoável dessas notas, em cada corda, é hora de você começar a experimentar improvisar, ou seja, criar melodias sobre as seqüências de acordes gravadas em áudio. Temos uma mesma base (seqüência de acordes) com o ritmo de Rock e com o ritmo de Bossa-Nova. Toque as notas estudadas procurando variar o ritmo ao máximo. O que mais importa é que você "saboreie" o som de cada nota, sem se preocupar em tocar mais notas em um menor tempo possível. Sugerimos que você faça esse exercício de improvisação usando as notas que foram estudadas na ordem abaixo:


1º) Somente as notas "sol" e "lá" (terceira corda);
2º) Somente as notas "si", "dó" e "ré" (segunda corda);
3º) Somente as notas "mi", "fá" e "sol" (primeira corda);
4º) Combinações de notas de duas cordas (terceira e segunda ou primeira e segunda);
5º) Todas as notas (primeira, segunda e terceira cordas).


O objetivo desse exercício de improvisação é exatamente que você perceba quantas idéias musicais diferentes (mesmo infinitas) é possível criar, ainda que usando como material apenas duas ou três notas de uma mesma corda. Bom trabalho e diversão!

AULA SOBRE FUNÇÃO DO 1º GRAU E BICICLETAS

O conceito de função como é conhecido hoje surge em meados do século 18, elaborado pelo matemático alemão Johann Peter Dirichlet (1805-1859). No entanto, você já deve imaginar que não foi do dia para a noite que a idéia apareceu - muito menos as expressões clássicas que apresentam as possíveis relações entre duas grandezas (x e y, por exemplo). Foram anos e anos de estudos realizados por muita gente - como o suíço Leonhard Euler (1707-1783) - que levaram a esses resultados. Iniciar o ensino desse conteúdo apresentando definições e fórmulas para os estudantes, no entanto, não faz sentido. Como ocorre com outros temas, agir assim é como apresentar um filme de trás para frente.

O melhor caminho é propor à moçada pensar nas relações que existem entre variáveis, buscar a regularidade entre elas e daí estabelecer a generalização para a situação.

Veja a seguir algumas fotos de minha aula sobre funções do 1º grau usando a bicicleta para estabelecer relações entre duas grandezas.







SEQUÊNCIA DIDÁTICA

1. Identificação da Sequência Didática
1.1. Tema:
Número e Operação/Álgebra e Funções
1.2. Subtema(s):
Função Afim
1.3. Autor(es):
Rogério Lopes Craveiro
1.4. Carga Horária: 12 Aulas                                 
1.5. Série(s):  1º ano                                                                                                        
1.6. Disciplina(s): Matemática
                                                         
2. Aspectos Cognitivos
2.1. Aprendizagens Esperadas/Objetivos
Conceitual
Conceituar a Função Afim;
Saber identificar a Lei de Formação da Função Afim;
Procedimental
Expressar a dependência de uma variável em relação à outra;
Construir Gráficos de Funções Afins.
Atitudinal
Desenvolver uma postura crítica em problemas que envolvam uma relação entre duas grandezas, como por exemplo, compra e venda.

2.2 Conhecimentos Prévios
Leitura e representação de gráficos no plano cartesiano
Equações de 1º grau

3. Seleção de Recursos Didáticos
3.1. Material de Apoio
Bicicleta, computadores com processador de gráficos, como Excel ou Grafmtic, papel quadriculado e calculadora.
3.2. Espaços de Apoio
Sala de Aula, Pátio da Escola, Laboratório de Informática.

4.2. Atividades
1ª etapa
Apresente problemas que envolvam leitura e representação de gráficos no plano cartesiano e equações de 1º grau para sondar de quais conhecimentos a turma dispõe. É interessante pedir, por exemplo, que coletem dados a respeito de um tema, como o índice de poluição do estado no decorrer do ano e representá-lo no sistema cartesiano. Também vale pedir que apresentem resultados para questões como "o dobro de um número mais 14 é igual a 50. Qual é o número?"
2ª etapa
Apresente problemas como "quanto obteremos se multiplicarmos um número por 5 e subtrairmos 12 se esse número for 1, -2 e 1/3, por exemplo? E se for x? Atente para a importância de propor questões que representem funções afim, (y = ax + b, sendo a diferente de zero). Questione os estudantes sobre como a escolha de um valor para x influencia as respostas. Sistematize as idéias para apresentar o conceito de função afim.
3ª etapa
Solicite que os estudantes representem no plano cartesiano as situações trabalhadas na etapa anterior, atribuindo valores para x. Socialize os resultados com o objetivo de encaminhar os alunos a definir o aspecto dos gráficos e a lei de formação desse tipo de função.
4ª etapa
Divida a turma em quintetos. No pátio da escola, os alunos têm de descobrir quanto mede a distância entre dois pontos demarcados por você, usando uma bicicleta de raio conhecido e calculadora. Observe se os grupos recorrem à fórmula C= 2πr (sendo C o comprimento da circunferência, e r, o raio). Eles devem registrar o percurso de cálculo e defini-lo em uma frase, como "o comprimento de uma circunferência varia em função da medida de seu raio e a distância entre os dois pontos é determinada segundo o número de voltas que a roda dá". De volta à sala, oriente-os a relacionar o que descobriram com a função afim. É esperado que notem que no caso da bicicleta, a é 2π e b é nulo e, com isso tem-se y = ax - uma função linear.
5ª etapa
Como tarefa de casa, peça que os grupos coletem dados em empresas de comércios da região para identificar grandezas que variam uma em função da outra e verifiquem quais são afim.
6ª etapa
Em sala, os quintetos devem dispor os valores em tabelas, observar as regularidades e expressar a relação de dependência entre as grandezas com expressões algébricas, se possível. Quais representam funções afim? Quais não? Por quê? Para provocar a garotada, proponha outras questões que expressem outros tipos de função.
7ª etapa
No laboratório de informática, discuta como construir gráficos no computador. Solicite que façam com os dados da pesquisa. Socialize os resultados e questione-os sobre quais são funções afim.

5. Conclusão das Atividades
5.1 Avaliação
Apresente diversas funções e peça que os alunos digam se são afim sem construir os gráficos. Peça que justifiquem a resposta. Depois, sugira montar os gráficos no computador para verificar se o que pensaram faz sentido.

6. Referências
http://revistaescola.abril.com.br/matematica/pratica-pedagogica/jeito-certo-ensinar-funcao-afim-629266.shtml